Pesquisar no Blog
Dicas

Fome ou vontade de comer? Como identificar?

Você sabia que existem 4 tipos de fome?
A Fome física, a emocional, a social e a vontade de comer! Você já tentou diferenciar cada uma?

Uma matéria exibida no programa Bem-Estar (13/03/17), apresenta as características dos 4 tipos de fome:

  • FOME FISIOLÓGICA – Esse tipo de fome é do corpo, das células, e qualquer alimento disponível pode resolver o problema. Geralmente, ela aparece por volta de 3-4h após a última refeição.
  • FOME SOCIAL – É a fome que está relacionada a uma situação: uma festa, uma reunião de amigos, um rodízio. É quando temos muito alimento disponível e comemos de forma automática, sem pensar e, por isso, muito mais do que precisamos
  • FOME ESPECÍFICA OU VONTADE DE COMER –  Essa fome não é urgente e é bem específica, como a vontade de comer doces, por exemplo, está relacionada ao prazer e ao gosto do alimento.
  • FOME EMOCIONAL – Muitas pessoas não comem porque sentem a necessidade do alimento e sim por tédio, cansaço, ansiedade e até sede. A fome emocional traz um alívio no momento de comer, mas não resolve os problemas de tristeza, angústia, ansiedade, tédio, dor, etc.

Para a nutricionista do Grupo de Cirurgia Bariátrica de Valinhos ( GCBV)/ Clínica Concon, realmente o consumo alimentar é determinado por nossas escolhas alimentares, e isso constitui um processo complexo, que envolve fatores biológicos, culturais, sociais e até psicológicos. Devemos lembrar que essas escolhas mudam de acordo com a fase da vida. E que esse comportamento alimentar dependerá daquilo que conhecemos, acreditamos, sentimos, e pensamos sobre determinado alimento.    Com isso a comida é ao mesmo tempo fonte de energia, fonte de prazer e/ou de alguma recompensa e muitas vezes algum vínculo social. Temos, portanto, o desafio de mudar comportamentos sem perder o significado da alimentação.  Devemos respeitar a fome física, aprender a identificar os sinais de saciedade, e a aprender a lidar com as emoções sem usar a comida.  Esse é o grande desafio nos dias de hoje!

Célia Beleli- Nutricionista do GCBV-  Mestre em Ciências pela FCM-Unicamp

Sem Comentários

Deixe uma resposta